Retrospectiva Malha Fina Cartonera – 1º semestre/2017

por: Cristiane Gomes, Larissa Pavoni Rodrigues,
Mariana Costa Mendes e Pacelli Dias Alves de Sousa

Olhar para trás é essencial para construir o futuro. Nós, da Malha Fina Cartonera, ao final de cada semestre realizamos uma retrospectiva dos nossos passos. Passe um café e acompanhe nossa trajetória nesse primeiro semestre de 2017.

Além da produção dos livros, participamos de alguns eventos literários e editoriais. Começamos o ano no espaço La Marca, em Havana (Cuba), onde exibimos as vídeo-performances do poeta e ensaísta cubano Omar Perez, editadas por João Krefer, que podem ser conferidas na playlist do nosso canal no Youtube. Um relato desse momento pode ser acessado em “‘Cajón em São Paulo’: uma experiência habanera”, escrito por Tatiana Faria e Idalia Morejón Arnaiz. A performance foi gravada em São Paulo, em junho de 2016, no Estúdio Lâmina. Os poemas apresentados por Omar farão parte de Cubanologia, antologia a ser lançada ainda esse ano, como parte de uma coleção voltada para a poesia e performance.

Em São Paulo, nos dias 24 e 25 de março, participamos da Desvairada – Feira de livros de Poesia de São Paulo, no espaço Aldeia 445. O evento organizado por Marília Garcia, Fabiano Calixto, Leonardo Gandolfi e Tiago Marchesano contava com uma diversificada programação que abrangia mesas de debate, leituras de poemas, oficinas, concurso de vídeo-poemas, performances e atividades para crianças.

Nós, da Malha Fina, além de comercializarmos nossos livros, ministramos uma oficina cartonera, que abordou desde a edição de livros artesanais até a construção de um catálogo. A coordenadora do projeto, Tatiana Faria, os monitores Larissa Pavoni e Pacelli Dias, e a designer gráfica Iara Pierro de Camargo falaram sobre as várias etapas do fazer cartonero. O público, formado principalmente por pessoas ligadas ao universo editorial, compartilhou conosco suas experiências e sugestões. Em Uma Desvairada Coletiva & Independente, matéria escrita pela Larissa Pavoni Rodrigues, você pode conferir mais como foi a Feira.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ainda na Desvairada, com o objetivo de colaborar com a difusão do trabalho das editoras independentes, Caroline Pereira Costa gravou e Mariana Costa Mendes editou uma série de vídeos com os responsáveis pelas editoras presentes. Esses vídeos podem ser acessados no nosso canal no Youtube. Chayenne Orru Mubarack e Pacelli Dias Alves de Sousa escreveram sobre esse material, clique aqui para conferir.

Já em maio, no dia 18, lançamos dois livros de poemas no evento Chama(da) Cartonera, realizado no auditório do prédio de Ciências Sociais da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Mauro Augusto de Souza, estudante de filosofia, e Elvio Fernandes Gonçalves Junior, estudante de Letras/Linguística, vencedores da nossa primeira convocatória (2015-2016), publicaram seus primeiros livros de poesia: Crisântemo é um nome bom e O coração em si, respectivamente. Na reportagem Chama(da) Cartonera, de Larissa Pavoni Rodrigues e Bruno Fernandes, você pode conferir esse evento e para conhecer o trabalho dos autores acesse as entrevistas feita por Aryanna Oliveira: “Inspirações para O Coração em si: Entrevista com Elvio Fernandes Gonçalves Junior” e “Sobre a grandeza das pequenas coisas: nas entrelinhas de Crisântemo é um nome bom, de Mauro Souza”. Está disponível também uma resenha de “O coração em si de Elvio Fernandes“, escrita por Gonzalo Dávila.

Durante o lançamento, a professora Idalia Morejón Arnaiz, diretora da Malha Fina, divulgou a Segunda Convocatória de Narrativa e Poesia. Dessa vez contamos com a parceria da Unifesp e tanto os estudantes da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH), quanto os da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (EFLCH) podem se inscrever e dois alunos(as) de cada faculdade serão publicados pela Malha Fina Cartonera. Confira aqui a Segunda Convocatória de Narrativa e Poesia e inscreva-se, ou convide seu amigo escritor a participar.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Macrofonia é um encontro mensal de poesia, som e imagem ao vivo, realizado no espaço cultural Casa da Luz, no centro de São Paulo. O núcleo conta com a formação de quatro artistas: Reuben da Rocha (ou cavaloDADA ou Reubendê), Jeanne Callegari, Raul Costa Duarte e Guilherme Pinkalsky (Pink). Estivemos presentes em duas datas, a primeira no dia 26 de abril e a segunda, no dia 31 de maio, rendeu uma postagem escrita por Bruno Alexandre Fernandes, que pode ser acessada aqui. A Malha Fina estará presente na edição de junho da Macrofonia, que acontece hoje, 28. Confira o evento.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Ainda em junho participamos da I Feira de Edições Independentes da Letras/USP, realizada entre os dias 5 e 8, e do evento Escrita e separação: uma jornada. No dia 6, na Feira da Letras, os autores Elvio Fernandes Gonçalves Junior e Mauro Souza participaram da mesa “Conversa com Autores” juntamente com escritores da Editora Patuá e escritores independentes. Confira um trechinho do evento clicando aqui. Por fim, no dia 17 de junho estivemos no evento Escrita e separação: uma jornada, na Casa Tombada, em Perdizes, e a programação incluiu oficinas, leitura de poemas e performances.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Neste semestre, mais uma vez, o blog mostrou-se uma ferramenta importante de divulgação, não só dos eventos organizados ou nos quais a Malha Fina foi convidada, mas também de questões relativas ao universo das editoras independentes e ao fazer cartonero. Começamos as publicações com uma entrevista com a precursora do movimento cartonero no Brasil: Lúcia Rosa, do Coletivo Dulcineia Catadora, que este ano completa 10 anos de atividade no centro de São Paulo, em conjunto com a Cooperglicério. O catálogo da Dulcineia Catadora conta com 114 títulos publicados, além de um sólido trabalho de divulgação do saber cartonero através de oficinas. Leia a entrevista feita por Cristiane Gomes clicando aqui.

No “Passo a passo cartonero da Malha Fina”, detalhamos todo o nosso processo de produção de livros, com a descrição dos modos de fazer e uma lista dos materiais necessários. Os vídeos demonstrativos foram produzidos por Júlia Izumino e Larissa Pavoni, a edição ficou por conta de Mariana Costa Mendes. Esperamos que o Passo a Passo seja um convite para impulsionar a prática cartonera. Clique aqui para conferir o post; abaixo você pode conferir os vídeos:

Na última semana de maio lançamos Sangria, uma nova seção do blog que objetiva a divulgação de novos autores. Segundo o editorial: “Não nos alimentamos de cadáveres, brindamos à literatura com sangue morno e vinho doce”. A poeta Ellen Juanini, paulista de 28 anos, foi a primeira a ser publicada pela seção. Você pode ler a entrevista e os poemas da Ellen clicando aqui. Em 21 de junho publicamos La Chica del Barrio, do poeta, dramaturgo e ator equato-guineense Recaredo Silebo Boturu, inédito no Brasil. O conto pode ser lido aqui. Comandada por Cristiane Gomes, a Sangria está buscando divulgar novos autores. Caso queira ver seu trabalho nesta seção do blog da Malha Fina, envie pelo menos 3 (três) poemas ou uma narrativa curta e uma breve biografia para o e-mail crix.gomes@gmail.com.

Por fim, gostaríamos de lembrar da resenha feita por Pacelli Dias Alves de Sousa da coleção Traiciones cartoneras, editada pela La Sofia Cartonera, de Córdoba (Argentina). Composta até o momento por oito livros, a coleção traz à luz textos de autores já pertencentes ao domínio público em novas e cuidadas traduções. Confira a resenha clicando aqui. Recordamos também a tradução da crônica “A cidade e o bosque”, de Edgardo Rodríguez Juliá, também realizada por Pacelli Dias Alves de Sousa em conjunto com Chayenne Orru Mubarack. O autor portorriquenho, inédito no Brasil, é um dos expoentes da crônica na América Latina e esta é a sua primeira tradução no Brasil.

A Malha Fina termina o primeiro semestre com oficinas cartoneras em Portugal, ministradas por Tatiana Faria que você poderá acompanhar no blog em meados de julho. Para o segundo semestre continuaremos a expandir nosso catálogo com o lançamento de novas antologias de poesia, além de outras atividades.

Fechando essa retrospectiva, gostaríamos de agradecer a todos que contribuíram com a Malha Fina Cartonera neste primeiro semestre de 2017, lendo as matérias do blog, divulgando, comprando nossos livros, concedendo entrevistas ou ainda através de convites para eventos. O apoio de vocês têm sido fundamental para o andamento de nossos trabalhos. Um abraço cartonero, nos vemos em breve!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s